IMPÉRIO MOSTRA INOVAÇÕES EM ENSAIO GERAL

A Escola de Samba Imperío da Vila fez seu ensaio na noite deste sábado (20) na avenida José Evilásio Assi. O tempo de fato ajudou e a galera compareceu para acompanhar as inovações implantadas por Mestre Foca e Keitinho na bateria e no samba deste ano, com paradinhas (inclusive vocais) que deverão surpreender o público no desfile. No enredo deste ano, o preconceito racial e a valorização do negro foram os temas escolhidos.

Confira o video com o samba e algumas imagens do evento:

Video e fotos: Toninho Rodrigues

4 5 6 8 9

ACADÊMICOS PASSA SOM PARA CARNAVAL DA J.E.A.

Tinha final de campeonato no PFTC, a galera estava um pouco temerosa por causa do mau tempo, mas Anselmo e Cia não se fizeram de rogados e trataram de agitar a avenida José Evilásio Assi com a passagem de som da Escola de Samba Acadêmicos do Morro, nesta sexta-feira (29). Amanhã, sábado (30)), será a vez da Império da Vila, e espera-se que São Pedro colabore, como o fez nesta noite.

Confira algumas imagens abaixo e, acima,  o video com o samba que vai embalar a “Academia” neste ano.

Fotos e video: Toninho Rodrigues

1 2 3 4 5 6 7 8 9

POLICIA CIVIL RECUPERA ANIMAIS ADQUIRIDOS MEDIANTE ESTELIONATO

Uma operação deflagrada nesta quinta-feira (28) pela Policia Civil resultou na
recuperação de seis equinos que haviam sido adquiridos de forma fraudulenta no Rio
de Janeiro. Quatro deles estavam em Poço Fundo e outros dois em Carvalhópolis. Os
animais, alguns deles com valor que ultrapassa os R$ 30 mil, teriam sido
arrematados em um leilão, mas o autor da compra teria utilizado documentos falsos
para realizar o negócio.
De acordo com o delegado Eder Neves, as investigações deste caso começaram há
alguns meses, e foram intensificadas nesta quinta, quando, com a presença de
representantes da empresa leiloira, os cavalos, potros e éguas foram localizados e
reconhecidos.
Várias pessoas foram levadas à delegacia para prestar esclarecimentos: um homem
responsável pelo transporte dos animais até Poço Fundo e Carvalhópolis, dois que
cuidavam dos equinos em uma baia, um que havia adquirido uma égua do suposto
estelionatário e um primo do suspeito. Embora boa parte dos conduzidos seja
considerada suspeita e outra é tratada apenas como testemunha, o próprio delegado
já antecipou que a ampla maioria pode ter sido tão enganada quanto a empresa de
leilões.
O homem apontado como responsável pelos negócios ilícitos, cuja identidade será
mantida em sigilo por hora, prometeu se apresentar na próxima semana.
Detalhes em breve aqui e na próxima edição do Jornal de Poço Fundo.

1 2 4